Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

O maior desafio de qualquer empresa é ser competitiva e ter uma administração eficiente e estratégica faz toda a diferença em relação ao presente e futuro do negócio.

Administrar a empresa de maneira estratégica é fundamental para alcançar os resultados esperados com os recursos investidos, além de antecipar problemas e possibilitar a sobrevivência e crescimento em um ambiente de constante mudança, assim como aproveitar oportunidades apresentadas pelo mercado de atuação e apostar em processos que entregam inovação ao cliente.

Agora, para colocar em prática é fundamental implementar a administração estratégica considerando o caminho que a empresa pretende seguir. As etapas necessárias são:

1- Análise do Ambiente Interno e Externo: possibilita mapear os riscos e oportunidades que estão ao redor da empresa. Como exemplo: a falta de efetividade dos fornecedores, em contrapartida a possibilidade de desenvolver novos; a movimentação dos concorrentes e as ações a serem implantadas para reduzir o impacto no negócio; identificar empresas parceiras e os benefícios que ações conjuntas podem trazer;
2- Diretriz Organizacional: define a razão da existência da empresa, o que ela pretende entregar efetivamente, ou seja, quais os serviços e produtos e os meios e diferenciais que serão ofertados aos clientes. É importante estabelecer objetivos, que são as metas a serem alcançadas.
3- Estratégia Organizacional: estabelece estratégias para alcançar as metas propostas considerando a existência da concorrência e a necessidade de ter rotas alternativas para garantir o sucesso da empresa, ou seja, preparar os famosos planos: A, B e C.
4- Implementação da Estratégia: é colocar em prática o que foi planejado até agora. Caso o MEI tenha funcionário, deve compartilhar com ele a implementação, pois o trabalho em equipe é fundamental para a efetividade das ações propostas.
5- Controle Estratégico: consiste na avaliação e monitoramento do processo implantado de Administração Estratégica. O ideal é que o MEI escolha indicadores que permitam medir o desempenho dos resultados, comparando com o que foi planejado, e se necessário, realizar ações corretivas que garantam novamente o alinhamento com o objetivo estabelecido.

Não perca esta oportunidade, uma Administração Estratégica com eficiência vai proporcionar inúmeros ganhos ao negócio, como: gestão flexível e simplificada, maior entendimento do negócio, antecipação às demandas, alinhamento de metas e resultados, resposta rápida a situações adversas, administração participativa com a integração do funcionário, além de tornar a empresa mais competitiva, preparada para concorrência e atenta as oportunidades assim que aparecerem.