Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

A Gestão da Inovação nada mais é do que o processo de reinvenção e deve fazer parte de todo e qualquer negócio. Se inovação é essencial para qualquer negócio também é para o crescimento de qualquer empresa, em tempos de crise, ela vira o caminho para transformar desafios em oportunidades.

O processo para ter sucesso precisa do somatório de 3 fatores primordiais, a criatividade como capacidade de pensar o novo, ter ideias para reinventar ou criar um novo produto ou serviço, a disposição para fazer, e isto envolve planejamento e uma boa leitura do mercado de atuação e concorrentes para avaliar a viabilidade, tanto financeira como operacional da ideia e transformação, que é transformar na prática a criatividade através da disposição em fazer com foco na necessidade do cliente.

A grande questão é como ter a gestão da empresa focada em inovação. Preparamos algumas dicas, para apoiar o MEI na incorporação do processo no dia a dia do negócio, com destaque para:

  • Respire Inovação: o fator chave é atitude. É acreditar que as mudanças devem ocorrer a cada momento, não necessariamente em grande escala. É saber direcionar de maneira organizada a transformação que o cliente tanto precisa e busca. A inovação não é um programa que vem pronto e é só instalar, tem que ser vivida no dia a dia, junto do cliente, conhecendo as necessidades e desejos de consumo, acompanhando a concorrência e ficando de olho nas demandas do mercado, que toda hora apresentam oportunidades.
  • A união de esforços é fundamental: o processo de inovação tem que sensibilizar o funcionário, fornecedores e parceiros para promover e alcançar os objetivos desejados. Tem que ser muito bem discutida, não existe melhoria sem conhecer o problema a fundo. Todos precisam estar inseridos no contexto, nada melhor do que compartilhar as experiências. A união faz a força, procure também outras empresas, desenvolvam soluções em conjunto, reduzem custos e aumentam as chances de sucesso.
  • Inovação é tarefa séria: um ambiente favorável à inovação tem que ser estruturado e com o desenho dos fluxos de informações muito bem organizados e gerenciados, muitas vezes através de ferramentas tecnológicas. É fundamental realizar o mapeamento das ideias, orçamento financeiro, avaliação da viabilidade de implantação, aprovação do processo, simulação de resultados e validação do que deve ser feito, muitas vezes com a apresentação de protótipo do novo produto. É necessário também realizar a documentação dos registros de todas as etapas, bem como, as ações e respectivos responsáveis, além de estabelecer cronograma com os prazos. Outra tarefa importante é adotar indicadores que permitam controlar o desempenho das mudanças implantadas, como: lucratividade do novo produto, número de pedidos de compra, acesso ao site da empresa, entre outros. 

MEI como dica, faça a integração da inovação com a gestão do maior patrimônio da empresa, o conhecimento. É fundamental para garantir o alinhamento das estratégias que necessitam de mudanças e a satisfação com os produtos ou serviços ofertados ao cliente.