Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

É importante que o MEI mantenha as finanças organizadas, porque quase tudo o que diz respeito a um negócio precisa do dinheiro e principalmente da utilização correta dele.

  •  Por isso, é bom organizar, planejar e analisar bem as necessidades financeiras.

A “porta de entrada” para você MEI é a abertura de uma conta pessoa jurídica no banco. Com a conta na instituição financeira é possível depositar uma reserva, pagar, receber e controlar suas contas.

Além de ter a possibilidade de: passar a receber pagamento por meio de cartão de débito e de crédito utilizando a “maquininha” de cartão; efetuar cobrança; emitir boletos; descontos de cheques e duplicatas; além de outros serviços financeiros. Com a movimentação no banco, o crédito pode ser aprovado com maior facilidade.

  • Se você já é cliente pessoa física de um banco, antes de procurar outra opção, verifique o que o seu banco pode oferecer a você como MEI e na forma de pessoa jurídica. Afinal, já possui histórico no banco como pessoa física. Isso poderá facilitar suas transações.

Com a conta de sua empresa aberta, agora é hora de controlar e manter as finanças organizadas que não é tarefa fácil e exige que tenha muitos controles e cuidados, mas que com certeza, vão ajudar a empresa ser mais competitiva e também preparada para crescer de maneira sustentável.

Um dos pontos mais importantes é não misturar os bolsos. Tem que separar o dinheiro da empresa do dinheiro da pessoa física. O orçamento doméstico é diferente do dinheiro disponível ou necessário para atender as necessidades da empresa, então você vai precisar conhecer: os gastos e o faturamento da empresa e a renda da sua família e quais são os seus gastos.

Com estas informações identificadas, você dever definir qual será a sua remuneração enquanto trabalhador da empresa e o valor tem que ser suficiente para cobrir as suas despesas pessoais. 

  • Esta remuneração é conhecida como pró-labore, que é o salário do dono e é uma prática comum a todas as empresas.

Desta forma, você consegue saber se sua empresa está dando lucro ou prejuízo, ou se você está fazendo retiradas maiores que a sua empresa tem condições de aguentar, deixando as contas no vermelho e utilizando recursos financeiros caros, como cheque especial, para comprar produtos ou pagar contas em atraso.

Para você se manter no azul, ou sair do vermelho, é necessário planejar os gastos e tomar decisões responsáveis sobre o uso de recursos financeiros pessoais e da empresa.

Preparamos algumas dicas que devem ser seguidas para garantir a saúde financeira da empresa:

  •  Fique atento com os prazos de pagamento das despesas e ao prazo de recebimento dos clientes, procure o equilíbrio entre eles;
  • Negocie prazos com fornecedores e se pagar à vista não esqueça de pedir desconto;
  • Fique atento com o fluxo de caixa, faça as previsões de entrada e saída de dinheiro toda semana. Veja sempre qual o saldo previsto para a próxima semana. Para mais informações: acesse a nossa Dica de Gestão: Fluxo de Caixa;
  • Avalie a alternativa de buscar o capital de giro para cobrir eventuais despesas do dia a dia, tomando cuidado para não se tornar um hábito esse tipo de empréstimo. Não utilize o cartão de crédito nem o cheque especial como capital de giro;
  • Se precisar pegar dinheiro emprestado, fique atento aos juros cobrados e aos prazos, contrate apenas se você conseguir realizar o pagamento;
  • Procure ter uma reserva de dinheiro para despesas emergenciais e também para investimentos;
  • Na tomada de empréstimos ofereça garantias, elas reduzem os riscos e propiciam taxas de juros menores;
  • Sempre que possível antecipe as quitações de dívidas, propondo descontos nos pagamentos; 
  • Não demore em procurar o gerente do banco para buscar soluções sempre que tiver dificuldades financeiras, ele pode indicar uma mais barata para a empresa;
  • Invista seu tempo no controle de suas contas e seus compromissos, evitando atrasos e inadimplência.

MEI é importante sempre ter em mente que uma empresa que sabe fazer boas escolhas com o uso do dinheiro tem condições de ser mais competitiva e proporcionar um caminho seguro para o sucesso.