Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

    O brasileiro tem passado muito tempo fora de casa e com isso adquiriu o hábito de comer na rua. O churrasquinho é uma das alternativas mais procuradas para quem deseja uma alimentação rápida e completa. Com a oferta dos complementos: arroz, mandioca, farofa e vinagrete, o churrasquinho substitui as refeições, além de proporcionar economia de tempo e dinheiro.

    Muitos profissionais precisam emitir notas fiscais para comercialização dos produtos, principalmente para vendas aos atacadistas e para participação em eventos, além de conseguir condições de compras melhores pelo fato de ter CNPJ. Para atender a esta necessidade, a formalização como MEI é uma opção viável, que traz também a tranquilidade de estar amparado pelos benefícios previdenciários, como: auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros. A formalização ocorre através das atividades de:

  • CHURRASQUEIRO AMBULANTE;
  • CHURRASQUEIRO EM DOMICÍLIO;
  • VENDEDOR AMBULANTE DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS.

    Você pode se formalizar em todas ou naquela que melhor se encaixar no que você for fazer.    Você pode se formalizar em todas ou naquela que melhor se encaixar no que você for fazer.

    Acesse os serviços da nossa plataforma e conheça o que a Dicas MEI tem para você e como pode auxiliar na formalização e no dia a dia como MEI.

    Tem que verificar junto à Prefeitura, quais as exigências para trabalhar no local desejado, além de atender as normas da vigilância sanitária para o manuseio de alimentos.

    O investimento é considerado baixo e pode trazer bons resultados econômicos. Para o MEI o valor inicial fica entre R$ 1.000,00 a R$ 2.500,00 e depende da estrutura a ser disponibilizada.

    Os equipamentos e utensílios mais comuns são: churrasqueira, espetos para a carne, carvão, mesa e cadeiras, isopor para produtos congelados e outro para armazenar as carnes que serão assadas, recipientes plásticos para as guarnições, guardanapo, avental, sacolinhas para transporte dos churrasquinhos e equipamento de iluminação para venda noturna.

    Avalie também a possibilidade de vender bebidas: refrigerante, cerveja, suco e água, para acompanhar o churrasquinho; o cliente normalmente vai solicitar.

    Alguns custos são rotineiros, como a compra dos tipos de carnes: bovina, frango e linguiça. E o MEI tem que ter o dinheiro para pagar, que é o que chamamos de capital de giro. A previsão dos recursos está estimada em torno de R$ 300,00 ao dia, até porque a venda e o recebimento são diários.

    A escolha de fornecedores deve ser bem criteriosa, é o primeiro passo para que a qualidade do produto seja reconhecida pelos clientes. Não será um desafio, pois todos os ingredientes e insumos são encontrados nos supermercados, açougues, atacadistas e distribuidores, cabendo pesquisa dos preços para uma melhor compra.

    Na hora de preparar os churrasquinhos, padronize o tamanho do corte da carne e procure manter os espetinhos com o mesmo peso. O cliente vai ter a sensação de comprar sempre o mesmo produto.  

    A operação no dia a dia é simples, mas não descuide com a higiene sanitária e limpeza, elas garantem a qualidade do produto e a satisfação do cliente.

    Fique atento: é fundamental estar preparado para o trabalho e fazer curso de manipulação e higiene de alimentos para aprender como lidar com produtos alimentícios, vai fazer toda a diferença.

    O principal atrativo para a comercialização do churrasquinho é a venda em locais com grande fluxo de pessoas e as opções vão desde quem busca o lazer, como em praças, eventos esportivos, igrejas, parques, circos, show, estádios de futebol, clubes, até para quem precisa fazer refeições rápidas, como na frente de faculdades, escolas, hospitais 24h e postos de saúde, agências bancárias e órgãos públicos, centros comerciais, paradas de ônibus, taxi e estação de metrô.

    Caso venha precisar de ajuda, você como MEI, pode contratar um funcionário e o ideal é que antes de iniciar os trabalhos, ele também se capacite, além de receber dicas de como tratar e encantar os clientes.

    Uma boa possibilidade para agregar valor e aumentar o faturamento é a realização das atividades em domicílio, que normalmente ocorrem nos finais de semana e feriados. Discuta com o cliente as opções para o bufê de churrasco e bebidas, infraestrutura, número de participantes, horário e tempo dos serviços, fornecimento de insumos como: carvão, guardanapo, copos descartáveis, entre outros. O planejamento é essencial para agradar o cliente e aumentar o lucro.

    Invista na sua apresentação, procure usar vestimentas que mostrem para o cliente a preocupação com o negócio, o avental é fundamental.

    MEI, tenha um diferencial: uma boa alternativa é agradar o público de produtos naturais e oferecer churrasquinho no pão integral acompanhado de salada e sucos naturais. Além de aumentar o valor nutricional da refeição.