Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

    Comerciante de Bebidas, para a categoria do MEI, é o responsável em vender bebidas no varejo, ou seja, para o consumidor final, não podendo atuar como distribuidora para comercialização com atacadistas.

    É um mercando muito abrangente com enorme capacidade de consumo, além de ter a particularidade de que as bebidas não estragam como os alimentos, o que diminui a perda de dinheiro e permite trabalhar com prazo de giro de estoque maior.

    A tarefa parece simples, mas não é, tem que ser bem cuidadoso na hora de selecionar as bebidas, priorizando a qualidade e procedência, para sempre ter itens variados e atrativos, que garantam a satisfação dos clientes.

    Muitos profissionais precisam emitir notas fiscais para a comercialização de produtos, além de conseguir condições de compras melhores pelo fato de ter CNPJ. Para atender a esta necessidade, a formalização como MEI é uma opção viável, que traz também a tranquilidade de estar amparado pelos benefícios previdenciários, como: auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros, A formalização ocorre através da atividade de: COMERCIANTE DE BEBIDAS.  

    Acesse os serviços da nossa plataforma e conheça o que a Dicas MEI tem para você e como pode auxiliar na formalização e no dia a dia como MEI.

    A forma de atuação ocorre normalmente através de ponto fixo comercial, quiosques ou em estruturas móveis para contemplar vendas em jogos e eventos. O futuro MEI tem que verificar junto à Prefeitura, quais as exigências para trabalhar no local desejado.

    É primordial avaliar criteriosamente a escolha do local. Deve priorizar os pontos de grande fluxo de pessoas e também a proximidade com estádios de futebol, paradas de ônibus, estações de metrô, ruas movimentadas, entre outros. Isto faz toda a diferença.

    Em relação ao espaço e infraestrutura interna, os trabalhos podem ser realizados em pequenas áreas, mas muito bem organizadas, com espaço exclusivo para a guarda do estoque, local de atendimento ao cliente e mostruário de cervejas à venda. Priorize a cor clara para paredes e teto, além de colocar piso frio. Estes cuidados facilitam a limpeza e higiene das instalações.

    O estacionamento é um diferencial significativo para quem trabalha em ponto fixo, conheça a região pretendida para se estabelecer e verifique os espaços disponíveis para carros.

    Já o investimento inicial depende diretamente do tamanho do estabelecimento e da variedade de bebidas que serão comercializadas.

    Para uma estrutura inicial enxuta, alguns pontos são fundamentais e devem ser observados na hora de realizar a composição do investimento inicial, que fica em média o valor de R$ 8.000,00 com destaque para: reforma das instalações; aquisição de balcão de atendimento; 02 geladeiras; 02 freezers; calculadora; sacolas para transporte dos produtos vendidos; entre outros.

    O ideal é que se disponibilize pelo menos R$ 2.000,00 para a primeira compra dos produtos, conforme o mix de bebidas que serão ofertados.    

    Alguns custos são rotineiros e precisam ser previstos, como: aluguel do ponto comercial, luz, água, telefone e acesso a internet. E preste atenção com o estoque, você terá que comprar itens para reposição, que é o que chamamos de capital de giro. A previsão dos recursos depende diretamente da produção diária, mas uma boa estimativa é de R$ 400,00 a cada 3 dias. Os valores serão adaptados com o dia a dia das operações.

    Não será um desafio a aquisição das bebidas, pois são encontradas em atacadistas, supermercados e representantes especializados. Pesquise os preços para uma melhor compra. Procure estabelecer parcerias com os fornecedores, que muitas vezes vão apoiar as vendas com campanhas promocionais, peças de marketing, entre outras vantagens.

    Uma boa alternativa para ampliar as vendas é comercializar bebidas em dias de jogos esportivos e eventos. Sempre tem muita demanda independente da concorrência. Bebidas como: cervejas, refrigerantes, água e sucos são as opções mais procuradas, considere a possibilidade de vender todos os tipos. As embalagens devem ser as latinhas e garrafas plásticas, pois algumas cidades restringem o uso de vidro em bebidas no dia de jogos, além das latinhas serem mais leves e simples de carregar.

    Não esqueça que você vai ter também que adquirir isopor para bebidas, canudos e copos descartáveis. Avalie os custos, ganhos e mãos a obra.

    Uma das qualidades primordiais para um bom trabalho é a dedicação. Apostar na capacitação e fazer cursos agrega diferenciação profissional, além de se manter atualizado com as técnicas de gestão e demandas que surgem todo momento. Uma boa prática é fazer pesquisas sobre o tema desejado através da internet por meio de sites e blogs de empresas que já atuam no segmento.

    Caso venha precisar de ajuda, você como MEI, pode contratar um funcionário e o ideal é que antes de iniciar os trabalhos, ele também se capacite.

    Na hora de vender, procure estabelecer relacionamento de confiança com seus futuros clientes e crie um ciclo de amizade com cada um deles. Comece oferecendo as bebidas nas proximidades da sua empresa e vá aos poucos expandindo para todo o bairro, o importante é fazer um trabalho bem feito.

    Em relação aos recebimentos, disponibilize para o cliente, a maquininha para pagamento com cartão de débito e crédito.

    O bom atendimento vai fortalecer a tradicional e eficiente publicidade boca a boca, o que aumenta a necessidade e importância pela qualidade das bebidas, pontualidade e cordialidade, além é claro de ter um preço justo. Investir em anúncios nos jornais e rádios regionais é uma boa. Tenha o hábito de distribuir cartões de visita, o cliente vai saber como achar você e ainda pode recomendar para outras pessoas.

    Já no marketing do negócio, as redes sociais, como Facebook e Instagram são ferramentas importantíssimas e complementares para alavancar as vendas, principalmente pela facilidade de acesso e o baixo custo envolvido. Toda a publicação de conteúdo, imagens e textos, tem que ser bem avaliados e o cliente tem que perceber que as informações estão sendo úteis para ele. Coloque também imagens dos produtos e depoimentos dos clientes. É fundamental solicitar a eles a autorização prévia para publicação do conteúdo.

    Uma boa prática de gestão de relacionamento é montar o cadastro com os dados pessoais dos clientes, as preferências de bebidas e frequência de compras. Identifique também a melhor maneira de comunicação, se é por email, WhatsApp, telefone ou pessoalmente.

    Preste atenção, você pode lucrar também com os serviços de delivery. Muitas vezes o cliente não tem como buscar as bebidas. Pode ser um bom diferencial competitivo.