Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

    Os profissionais da área de conserto de roupas são sempre muito procurados, porque, além dos inevitáveis ajustes, tem as demandas que surgem com a necessidade de apertar ou alargar uma peça e até mesmo mudar a característica da roupa. É um mercado amplo e promissor.

    Muitos profissionais precisam emitir notas fiscais da prestação de serviços, além de conseguir condições de compras melhores pelo fato de ter CNPJ. Para atender a esta necessidade, a formalização como MEI é uma opção viável, que traz também a tranquilidade de estar amparado pelos benefícios previdenciários, como: auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros. A formalização ocorre através das atividades de:

  • ALFAIATE;
  • BORDADEIRA;
  • COSTUREIRA DE ROUPAS;
  • CUSTOMIZADOR DE ROUPAS;
  • ESTAMPADOR DE PEÇAS DO VESTUÁRIO;
  • REPARADOR DE ARTIGOS E ACESSÓRIOS DO VESTUÁRIO.
     Você pode se formalizar em mais de uma ou naquela que melhor se encaixar no que você for fazer.

    Acesse os serviços da nossa plataforma e conheça o que a Dicas MEI tem para você e como pode auxiliar na formalização e no dia a dia como MEI.

    As duas principais formas de atuação permitem que o trabalho seja realizado na própria residência ou de maneira externa, através de ponto fixo ou por meio da adaptação de um ateliê em uma van. O futuro MEI tem que verificar junto à Prefeitura, quais as exigências para trabalhar no local desejado.

    Na residência, o público alvo normalmente é a vizinhança e a procura é por serviços de pequenos consertos e ajuste de roupas.
Já na atuação externa, os quiosques e as vans são as melhores opções, onde são instalados os equipamentos de trabalho. A diferença é a questão da mobilidade, enquanto o quiosque é fixo a estrutura na van permite que o MEI trabalhe em várias localidades, aumentando assim o potencial de atrair clientes.
    
    Para o sucesso deste modelo é importante estabelecer agenda prévia nos locais, para o cliente saber o dia que você vai estar por lá. 

    Uma oferta interessante de trabalho é atender desde pequenas boutiques até grandes lojas de roupas.     O comprador quer receber o produto o quanto antes e a presteza do seu atendimento, com rapidez, qualidade, pontualidade e preço justo são fatores determinantes para garantir boas parcerias. É recomendável que as instalações sejam próximas de seus clientes.
Independente do modo de atuação e do porte da empresa, o cuidado com a iluminação é fundamental para garantir a qualidade da entrega dos trabalhos e a devida segurança e precisão nos serviços. Deve ser priorizada a luz natural, que garante uma boa luminosidade e economia de energia elétrica, mesmo que de maneira parcial. 

    O investimento inicial fica em torno de R$ 5.000,00 e compreende: duas máquinas de costura, uma reta e outra de overlock; mesa; cadeira; ferro e tábua de passar roupas e utensílios em geral como: agulhas, alfinetes, tesouras, fita métrica, linhas de diversas cores, zipper, elástico, tecido, velcro, botões dos tipos mais comuns e aviamentos em geral. Se for o caso, tem que acrescentar as despesas com a reforma e adequação do imóvel, e na opção de trabalhar com van, o investimento para aquisição e o gasto com a adaptação do ateliê.

    Alguns custos são rotineiros e precisam ser previstos como: aluguel, água, luz, telefone, acesso a internet, limpeza, higiene, manutenção e reposição de matérias-primas e insumos consumidos no processo de produção. No caso do trabalho com van, tem que considerar também, gastos com combustíveis, manutenção do veículo e IPVA.

    Não será um desafio, a aquisição de matérias-primas e insumos, pois são encontrados em armarinhos, atacadistas ou representantes especializados, cabendo pesquisa dos preços para uma melhor compra.
Para agregar valor ao negócio, o MEI pode diversificar os serviços e uma boa opção é confeccionar peças de produção própria para venda. Outra opção é o trabalho de customização de roupas e acessórios, que tem ganhado espaço no mercado junto aos clientes que fazem a opção de dar “uma cara nova” nas roupas ao invés de comprar.

    A propaganda e publicidade da empresa podem ser feitas através da distribuição de panfletos e cartões de visita em locais com grande fluxo de pessoas, priorizando a vizinhança do negócio e os clientes já existentes. Deve também ser considerados, anúncios em jornais de bairro e nas rádios comunitárias.     Entretanto a divulgação “boca a boca” é a mais eficaz, o que aumenta a necessidade e importância pela qualidade dos serviços prestados, pontualidade e cordialidade, além é claro de ter um preço justo.
MEI, preste atenção: a especialização em determinados consertos, como, por exemplo, ternos ou vestidos de festa podem constituir um diferencial em relação à concorrência.