Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!

    É o profissional que tem a preocupação e os cuidados com a estética facial, corporal e capilar, com o intuito de preservar a saúde, autoestima e bem estar de mulheres e homens.

    A tarefa está cada vez mais exigente, deixou de ser somente tratamento de beleza para o domínio de diversas técnicas, que devem ser aplicadas com todo o cuidado de higiene, postura ética, utilização de aparelhos com alto grau de tecnologia, emprego de cosméticos e produtos especiais que são renovados constantemente no mercado.

    As opções de atividades são amplas e que demandam especialização em cada uma, com destaque para: drenagem linfática corporal e facial; massagens mecânicas; limpeza e higienização da pele; máscaras para face; tratamento de acnes; descoloração e depilação de pelos; hidratação corporal e facial; elasticidade da pele; eletroterapia com fins estéticos; atividades pré e pós-operatórios sob indicação médica; entre outras.  

    Muitos profissionais precisam emitir notas fiscais da prestação de serviços, principalmente os que trabalham em salões de beleza, spas, hotéis e centros de estética. Para atender a esta necessidade, a formalização como MEI é uma opção viável, que traz também a tranquilidade de estar amparado pelos benefícios previdenciários, como: auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros, além de conseguir condições de compras melhores pelo fato de ter CNPJ. A formalização ocorre através da atividade de ESTETICISTA.

    Acesse os serviços da nossa plataforma e conheça o que a Dicas MEI tem para você e como pode auxiliar na formalização e no dia a dia como MEI.

    A possibilidade de trabalhar em salões de beleza é uma boa alternativa e tem o benefício da nova legislação que facilitou o relacionamento profissional entre as partes.

    A Lei “Salão Parceiro - Profissional Parceiro” (Lei nº 13.352/2016) possibilita que os salões de beleza firmem contratos de parceria com profissionais MEI que exerçam atividades de: cabeleireiros, barbeiros, ESTETICISTAS, manicures, pedicures, depiladores e maquiadores, onde atuarão como autônomos, sem vínculo empregatício, desde que respeitadas as condições de parceria estabelecidas, garantindo assim, a segurança jurídica entre as partes. Para maiores informações acesse nossa dica: Salão de Beleza Parceiro e o MEI Parceiro.

    As duas principais formas de atuação permitem que o atendimento ao cliente ocorra na própria residência ou de maneira externa, através de ponto fixo de terceiros ou na residência de clientes. O futuro MEI tem que verificar junto à Prefeitura, quais as exigências para trabalhar no local desejado. Para mais informações acesse a nossa dica: Consulta Prévia ou de Viabilidade à Prefeitura.

    Para começar é importante definir as atividades que serão ofertadas aos clientes e ter equipamentos próprios de trabalho. O investimento inicial depende diretamente das escolhas e alguns acessórios são comuns na prática dos trabalhos e destacamos:

  • R$ 400,00 para kit massageador corporal, com luva e rolo com ventosas;
  • R$ 500,00 para manta térmica de abdômen;
  • R$ 400,00 para caneta peeling de diamante com 5 ponteiras acrílicas;
  • R$ 100,00 para kit com ventosas faciais;
  • R$ 120,00 para kit com 6 eletrodos para tratamento capilar;
  • R$ 150,00 para gel e óleos com 5 kg que auxiliam na redução de medidas;
  • R$ 500,00 para maca portátil com 3 posições;
  • R$ 400,00 para aparelho de alta frequência portátil com 3 eletrodos indicado nos tratamentos faciais, pós limpeza de pele e depilação.

    Não será um desafio a aquisição dos acessórios, pois são encontrados em lojas e representantes especializados. Pesquise os preços para uma melhor compra.

    O uso de material descartável, tais como: calcinhas, toucas, lençóis, luvas, entre outros é uma prática que faz toda a diferença para o cliente, demonstra higiene e que seu atendimento é único e personalizado.

    Uma das qualidades primordiais para um bom trabalho é ter iniciativa para buscar sempre a renovação do conhecimento. Invista em cursos, treinamentos e consultorias. Aprimorar o senso crítico na escolha da melhor técnica de tratamento é transformar o desejo do cliente em satisfação e satisfação é fidelidade.

    Fique atento, é fundamental prezar pela higiene e cuidados sanitários. A limpeza do local de trabalho deve ser impecável e higienizada em todo momento, os acessórios devem ser esterilizados e sempre que possível prefira os descartáveis, os aparelhos devem estar em perfeitas condições de uso, os produtos e cosméticos utilizados nos tratamentos devem ser de marcas confiáveis e que tenham os respectivos registros nos órgãos reguladores.

    Você deve acima de tudo ser ético, não prometa o que não pode ser cumprido. Oferte somente tratamentos que tragam resultados. Respeite as suas atribuições e não realize trabalhos que são de competência médica, como: injetar substâncias no paciente, prescrever medicamentos e praticar atos cirúrgicos.

    Caso venha precisar de ajuda, você como MEI, pode contratar um funcionário e o ideal é que antes de iniciar os trabalhos, ele também passe por treinamentos e cursos.

    Já no marketing do negócio, as redes sociais, como Facebook e Instagram são ferramentas importantíssimas e complementares para alavancar os serviços, principalmente pela facilidade de acesso e o baixo custo envolvido. Toda a publicação de conteúdo, imagens e textos, tem que ser bem avaliados e o cliente tem que perceber que as informações estão sendo úteis para ele. Coloque também depoimentos dos clientes e imagens dos tratamentos realizados. É fundamental solicitar ao cliente a autorização prévia para publicação do conteúdo.

    A propaganda e publicidade dos serviços podem ser feitas também através da distribuição de panfletos e cartões de visita em locais com grande fluxo de pessoas, priorizando a vizinhança do negócio. Deve ser considerados, anúncios em revistas e jornais de bairro. Entretanto a divulgação “boca a boca” é a mais eficaz, o que aumenta a necessidade e importância pela qualidade dos serviços prestados, pontualidade e cordialidade, além é claro de ter um preço justo.

    Uma boa prática de gestão de relacionamento é montar o cadastro com os dados pessoais dos clientes, tratamentos realizados, frequência das sessões e forma de pagamento. Identifique também a melhor maneira de comunicação, se é por email, WhatsApp, telefone ou pessoalmente. Trazer a relação profissional para o lado pessoal faz toda a diferença.

    Preste Atenção, a profissão de Esteticista foi regulamentada. É sem dúvida um grande avanço no exercício das atividades. Com isso, você tem os direitos mais transparentes e também o conhecimento das normas que devem ser cumpridas.