Você pode ouvir a dica completa no player abaixo. Dê um play!


    Relojoeiro é responsável por conhecer todos os mecanismos, engrenagens e prestar manutenção regular para o funcionamento com alta precisão do relógio.

    O trabalho requer elevado grau de especialização principalmente se levarmos em conta que cada relógio tem sua personalidade, podendo ser de: pulso, parede e bolso; analógico, digital e cronógrafo; automático e manual que precisa dar corda diariamente; e ainda com características que agregam resistência à água, pressão e antiquedas. São muitos fatores e independentes entre si, o que faz a vida profissional do relojoeiro ser fascinante.

    Um exemplo prático dos desafios é a troca de pilha, que tem vida útil de 1 a 3 anos. Tão logo que acabe tem que ser substituída, do contrário corre grande risco do líquido ácido que está dentro da pilha derramar no interior do relógio, o que pode ser destrutivo para a máquina e irreversível para o funcionamento. A tarefa parece simples, mas não é, tem que ser feita por especialista, garantindo assim a correta vedação, evitando danos futuros no mecanismo como os provocados pela entrada de água.

    Para um bom atendimento é essencial estar atualizado com as tendências e o modismo do mercado, conhecer os modelos de relógios, explicar a tecnologia empregada em cada um e como ocorre a utilização no dia a dia.

    Muitos profissionais precisam emitir notas fiscais para a prestação dos serviços e comercialização de produtos. Para atender a esta necessidade, a formalização como MEI é uma opção viável, que traz também a tranquilidade de estar amparado pelos benefícios previdenciários, como: auxílio doença, salário maternidade, aposentadoria, entre outros, além de conseguir condições de compras melhores pelo fato de ter CNPJ. A formalização ocorre através das atividades de: RELOJOEIRO e COMERCIANTE DE ARTIGOS DE RELOJOARIA.  

    Acesse os serviços da nossa plataforma e conheça o que a Dicas MEI tem para você e como pode auxiliar na formalização e no dia a dia como MEI.

    A forma de atuação ocorre através de ponto fixo, em lojas ou quiosques. O futuro MEI tem que verificar junto à Prefeitura, quais as exigências para trabalhar no local desejado.

    É primordial avaliar criteriosamente a escolha do local. Deve priorizar os pontos de grande fluxo de pessoas e também a proximidade com comércios já estabelecidos, como: supermercados, praças de alimentação, shoppings, centros empresariais, entre outros. Isto faz toda a diferença.

    Em relação ao espaço e infraestrutura interna, os trabalhos podem ser realizados em pequenas áreas, mas que sejam muito bem organizadas, com área de atendimento ao cliente, mostruário de peças a venda, local para trabalho do especialista com fácil acesso as peças de reposição e banheiro. Preste atenção, o que importa para o cliente é o conhecimento do especialista.

    Elaborar uma ampla oferta de serviços e a comercialização de acessórios úteis para o dia a dia são condições fundamentais para ganhar a confiança da clientela. Entre os serviços não pode faltar: a troca de pilhas, baterias e pulseiras; revisão geral do relógio; polimento do vidro e diminuição de pulseiras. Agora, a oferta de acessórios tem que prever: diversos modelos de pulseiras; capinhas para guarda dos relógios e líquido para limpeza dos vidros; entre outros.

    Alguns pontos são fundamentais e devem ser observados na hora de realizar a composição do investimento inicial, que fica em média o valor de R$ 15.000,00 com destaque para: 
  • R$ 8.000,00 para a infraestrutura de atendimento e reforma das instalações; móveis e equipamentos, como: cadeiras e mesas, vitrines e balcão para expor os produtos e de atendimento, computador e impressora, arquivos para documentos, entre outros.
  • R$ 4.000,00 para as ferramentas de conserto e utensílios de apoio em geral: pilhas e baterias; jogo de chaves para abrir os relógios tipo: 3 pontas, rosca e universal; chaves de fenda e Philips; alicates: de furar pulseiras, de bico chato, entre outros; ferramentas de precisão; lupa tipo óculos; martelo com bico frontal; diversas pinças; entre outros.
  • R$ 3.000,00 para estoque inicial de acessórios: pulseiras, capinhas e produtos de limpeza para relógios, entre outros. 
    O desafio é ter bons fornecedores e a aquisição dos acessórios deve ser pesquisada em lojas e representantes especializados, para obter um bom equilíbrio na relação qualidade e preço.

    Alguns custos são rotineiros e precisam ser previstos, como: aluguel do ponto comercial, água, luz, telefone e acesso a internet. Com o desenvolvimento dos serviços, você deve avaliar a previsão de recursos para a reposição dos acessórios e utensílios utilizados nos consertos.

    Uma das qualidades primordiais para um bom trabalho é a dedicação. Fazer cursos agrega diferenciação profissional e possibilidades de atuação com diversos tipos de serviços e produtos, além de se manter atualizado com as demandas que surgem todo momento. Invista na sua capacitação profissional.

    Caso venha precisar de ajuda, você como MEI, pode contratar um funcionário e o ideal é que antes de iniciar os trabalhos, ele também passe por treinamentos e cursos.

    Já no marketing do negócio, as redes sociais, como Facebook e Instagram são ferramentas importantíssimas e complementares para alavancar a Relojoaria, principalmente pela facilidade de acesso e o baixo custo envolvido. Toda a publicação de conteúdo, imagens e textos, tem que ser bem avaliados e o cliente tem que perceber que as informações estão sendo úteis para ele. Coloque também depoimentos dos clientes sobre os serviços. É fundamental solicitar a autorização prévia deles para a publicação do conteúdo.

    A propaganda e publicidade podem ser feitas também através da distribuição de panfletos e cartões de visita em locais com grande fluxo de pessoas, priorizando a vizinhança do negócio, empresas e os clientes já existentes. Devem ser considerados, anúncios em revistas e jornais de bairro, rádios comunitárias e em outdoors. Entretanto a divulgação “boca a boca” é a mais eficaz, o que aumenta a necessidade e importância pela qualidade dos serviços prestados, pontualidade e cordialidade, além é claro de ter um preço justo.

    Uma boa prática de gestão de relacionamento é montar o cadastro com os dados pessoais dos clientes, os tipos de relógios e serviços utilizados. Identifique também a melhor maneira de comunicação, se é por email, WhatsApp, telefone ou pessoalmente.

    Preste atenção, você pode lucrar também com vendas de relógios restaurados e seminovos, além de alguns modelos de óculos e canetas. Faça o estudo dos custos e ganhos e mãos à obra.